Coleção Reticências

Coleção Reticências

  • CONTENSAIOS DO ATLÂNTICO: BRASILIANA TANGENCIAL

    Partindo de experiências subjectivas apoiadas tangencialmente na História, este ‘contensaio’ é uma reflexão ficcionada sobre a genealogia de algumas mudanças radicais que emergiram no Brasil ao fim da primeira década do terceiro milénio. (...)

  • ILUSTRAÇÃO E BANDA DESENHADA NO AR.CO

    O departamento de Ilustração / Banda Desenhada do Ar.Co tem vindo a desenvolver um trabalho pedagógico continuado na área da ilustração editorial de imprensa e a colaborar, neste âmbito, com várias revistas e jornais.

    Grande parte deste trabalho centra-se na compreensão e aprendizagem dos mecanismos criativos e técnicos relacionando imagem e palavra de forma directa ou metafórica, produzindo uma expressão autoral. (...)

  • "I-S-T 95-75-15"

    Tal como fado, uma boa parte da fotografia portuguesa veste-se de luto. Carlos Fernandes não é um fotógrafo nocturno, mas gosta de deixar no papel o véu escuro da prata metálica. Soube ver muito, aprendeu com os mestres portugueses e estrangeiros e conseguiu construir uma fotografia bastante pessoal. Que contraste entre as suas imagens do Técnico, escuras e minimalistas, e as arejadas vistas de Horácio Novais (1910-1988) nos anos 1930 – os anos da construção – quando a pureza branca dos edifícios e escadarias rivalizava com a das nuvens. Fernandes vai à procura do pormenor significativo, concentra-se nele e aureola-o na câmara escura. Em geral o foco assenta naquilo que os outros rejeitaram.