• Augusto Alves da Silva

    Augusto Alves da Silva (Lisboa, 1963), estudou no Instituto Superior Técnico (Engenharia Civil, 1981/84), no London College of Printing (B.A. Hons, Fotografia, 1989), e na Slade School of fine Art, Lisboa (M. F. A. media 1997), com duas bolsas de estudo da Fundação Calouste Gulbenkian (1987/89 e 1995/97). Foi nomeado para o Citybank Private Bank Photography Prize 1999. É representado em Inglaterra pela Rocket Gallery, Londres. Vive e trabalha em Londres e Lisboa.

  • BERNARDO HEROLD

    BERNARDO HEROLD (n. Lisboa 1933) formou-se em Engenharia Químico-Indust rial no IST (1956), em Química na Universidade de Heidelberg (1959) e doutorou-se na mesma em 1961 sob a orientação de Georg Wittig. Foi Professor Catedrático de Química Orgânica Industrial no IST de 1962 a 2003, onde, além das disciplinas básicas de Química Orgânica, também leccionou Mecanismos Reaccionais e História e Filosofia da Ciência. Colaborou em cursos de pós-graduação na Universidade Nova de Lisboa e foi Professor Visitante na Washington University em St. Louis (1977) e na Universidade Técnica de Graz (2005). Fundou um grupo de investigação em Química Orgânica Física no IST que publicou sobretudo na área de radicais-iões estudados por ressonância paramagnética electrónica. Foi Investigador Visitante no Max-Planck-Institut für Kohleforschung (1976). Interveio em litígios entre empresas a respeito de patentes químicas. Traduziu livros alemães e ingleses. Desempenha funções desde 1965 na IAESTE (The International Association for the Exchange of Students for Technical Experience) e desde 1992 na IUPAC (International Union of Pure and Applied Chemistry). Presentemente investiga em História da Química e coordena o Grupo de História da Sociedade Portuguesa de Química.

  • Bryan P. Rynne

    Bryan Patrick Rynne nasceu em Londres em 1958. Licenciou-se em matemática e física na Universidade de Manchester em 1979 e obteve o doutoramento em matemática na Universidade de Dundee em 1982. Entre 1983 e 1990 lecionou nas universidades de Dundee, York e Southampton, e em 1990 ingressou na Heriot-Watt University, em Edimburgo, onde, desde 2009, é professor catedrático de matemática. Os seus interesses de investigação incluem o estudo da dispersão eletromagnética no domínio temporal, análise funcional e teoria espetral, sistemas dinâmicos não-lineares, teoria métrica dos números, teoria global de bifurcações e equações diferenciais não lineares.

  • Carlos Caleiro

    Born in 1970 in Lisbon, Carlos Caleiro graduated in Applied Mathematics and Computation at IST in 1993 and received his PhD in Mathematics from the Technical University of Lisbon in 2000.

  • CARLOS HENGGELER ANTUNES

    Doutorou-se em Engenharia Eletrotécnica, especialidade de Otimização e Teoria dos Sistemas, pela Universidade de Coimbra em 1992. É atualmente Professor Catedrático no Departamento de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. Foi diretor do INESC Coimbra entre 2003 e 2014. As suas áreas de investigação são a otimização multiobjetivo, a análise multicritério, e as aplicações no setor elétrico em particular eficiência energética e gestão dinâmica da procura. Tem estado envolvido em diversos projetos de investigação e consultoria nas áreas de eficiência energética, modelos e algoritmos para sistemas de gestão energética, tratamento da incerteza em otimização multiobjetivo, entre outras. As suas publicações mais recentes apareceram nas revistas Renewable and Sustainable Energy Reviews, Energy Policy, OR Spectrum, Annals of Operations Research, Energy Conversion and Management. É coautor de dois livros publicados pela Imprensa da Universidade de Coimbra e de um livro publicado pela Springer.

  • CARLOS M. FERNANDES

    Nasceu em Angola, em 1973. Estudou fotografia na Ar.Co., Escola de Arte e Comunicação Visual, em Lisboa (1994-96), e dá aulas de fotografia e de história da fotografia no Núcleo de Arte Fotográfica do Instituto Superior Técnico desde 1997.
    É licenciado em Engenharia Eletrotécnica pelo Técnico (1998). Em 2009 doutorou-se, também no Técnico, com uma tese em inteligência artificial e computação bio-inspirada, e desde então tem vindo a seguir uma linha de investigação sobre as relações entre arte e ciência, a natureza da criatividade, e o papel da fotografia e da arte generativa no diálogo entre a ciência e as humanidades É investigador no Instituto de Sistemas e Robótica de Lisboa. Participou em várias exposições individuais e coletivas de fotografia e de arte generativa e publicou os fotolivros Kaluptein, I-S-T 95-75-15
    e Ephemeros, entre outros.

  • Carlos M. Lemos

    Carlos M. Lemos licenciou-se em Ciências Militares Navais pela Escola Naval, Alfeite, em 1984 e obteve o grau de doutor em Ciências do Mar pela Universidade Politécnica da Catalunha, Barcelona, em 1990, e em 1991 a qualificação de Engenheiro Hidrógrafo. Entre 1995 e 2000 foi Professor Auxiliar Convidado no Departamento de Engenharia Mecânica do Instituto Superior Técnico, no âmbito das cadeiras de Métodos Computacionais e Mecânica Computacional. Presentemente, é oficial da Marinha de Guerra Portuguesa no activo, com o posto de Capitão-de-fragata, encontrando-se a desempenhar as funções de Director de Instrução da Escola de Hidrografia e Oceanografia do Instituto Hidrográfico. É professor das cadeiras de Matemática, Física e Oceanografia das Zonas Costeiras do Curso de Especialização de Oficiais em Hidrografia. É autor do livro Wave Breaking: A Numerical Study publicado pela Springer em 1992.

  • Carlos Miguel Fernandes

    Carlos Miguel Fernandes nasceu em Luanda em 1973 e vive em Lisboa desde 1975. Estudou fotografia no Ar.Co, Escola de Arte e Comunicação Visual, em Lisboa (1994-96). É licenciado (1998) e mestre (2002) em Engenharia Electrotécnica e de Computadores, pelo Instituto Superior Técnico, e frequenta actualmente o programa de doutoramento na mesma área e instituição. Foi docente do Instituto Politécnico de Setúbal entre 2001 e 2005.
    Tem participado em várias exposições, das quais se destacam as colectivas Engenhos e Visões (Instituto Cervantes, Lisboa, 2001) e Premiados da VI Bienal de Fotografia da Moita (Biblioteca Municipal Bento de Jesus Caraça, Moita, 2004), e as individuais Kaluptein (Espaço à P’Arte, Lisboa, 2001) e Mittel/Europa (Ministério das Finanças, Lisboa, 2006).

  • CARLOS OLIVEIRA CRUZ

    Professor Auxiliar no Instituto Superior Técnico (Universidade de Lisboa) e investigador no CERIS - Civil Engineering Research and Innovation for Sustainability. Foi Vice-Presidente do Instituto de Engenharia de Estruturas, Território e Construção (ICIST) e Visiting Scholar na John F. Kennedy School of Government (Harvard University). É Licenciado em Engenharia Civil e Mestre em Transportes pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e Doutorado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico.

  • CARLOS SALEMA

    Carlos Salema doutorou-se em Engenharia Electrotécnica no Queen Mary College da Universidade de Londres (1972) e agregou-se no IST (1978), onde leccionou até 2003 no Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores). Tem uma longa experiência de ensino na área de Sistemas de Telecomunicações e foi por duas vezes distinguido pelos alunos como o melhor professor do curso de Engenharia Electrotécnica e Computadores. Foi Director do Centro de Cálculo do IST (1983-85), Presidente da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, INICT, (1986-89), Presidente Adjunto para os Assuntos Pedagógicos do IST (1993-96) e Presidente da Assembleia de Representantes do IST (1996-2002) e Presidente da Direcção do Instituto de Telecomunicações (desde 1993). É membro efectivo da Academia das Ciências de Lisboa e Presidente da Academia de Engenharia. É autor dos livros “Solid Dielectric Horn Antennas” publicado em 1998 pela Artech House (Boston) e Feixes Hertzianos (IST Press, 1998 e 2002), publicado em 2003 pela John Wiley & Sons (New Jersey, 2003) com o título Microwave Radio Links.